Um tubarão fóssil espetacular

Exemplar encontrado em rochas de cerca de 93 milhões de anos no México exibe nadadeiras peitorais longas como as das raias-manta e pode ter desenvolvido o nado do tipo voo subaquático 30 milhões de anos antes do que esses animais.

A

B

Exemplar fóssil (A) e reconstrução em vida (B) do novo tubarão, batizado de Aquilolamna milarcae
Créditos: Wolfgang Stinnesbeck (A) e Oscar Sanisidro (B)

Os achados paleontológicos podem ser verdadeiramente surpreendentes. Romain Vullo (Universidade de Rennes, França) e colegas publicaram um artigo sobre a descoberta de um novo tubarão fóssil encontrado no México que foi capa da prestigiosa Science. A nova espécie, denominada de Aquilolamna milarcae – que, em tradução livre, significa tubarão-águia do Museo La Milarca, onde o único exemplar conhecido está depositado –, tem uma anatomia totalmente diferente do que se imagina para um tubarão, ampliando a diversidade morfológica desses peixes cartilaginosos.

Alexander W. A. Kellner

Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Academia Brasileira de Ciências

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

Open chat