Os detetives da microbiota

Os microrganismos existem em abundância no planeta Terra, mas boa parte deles ainda é desconhecida. Para descobrir novos tipos desses seres microscópicos e investigar suas funções no ambiente, pesquisas que empregam uma abordagem denominada ‘metagenômica’ estão sendo desenvolvidas mundo afora, da Bahia à Antártica. Os resultados comprovam que a maioria dos microrganismos não é apenas danosa, como muitos acreditam; com frequência, esses seres funcionam como guardiões dos animais e do meio ambiente.

Nossos olhos não são capazes de ver, mas, em uma simples gota d’água do mar, podem ser encontrados milhões de bactérias e bilhões de vírus. Talvez, justamente por serem invisíveis para nós, não paramos para pensar que microrganismos são tão abundantes em nosso planeta – eles existem até em quantidade muito maior que os animais.


Os microrganismos são fundamentais para a vida humana, pois fornecem nutrientes, ajudam a regular o sistema imune e até influenciam no nosso comportamento

A maioria das bactérias e dos vírus que vivem no mar, no ar, no solo e em nosso próprio corpo é completamente desconhecida, apesar de, cada vez mais, ser reconhecida a importância dos microrganismos para a nossa saúde e, também, do planeta.

Mesmo ainda sabendo muito pouco sobre a diversidade microbiana, entendemos que os microrganismos têm papel crucial em ciclos da matéria, como os do carbono e do nitrogênio, ajudando na regulação do clima. E são fundamentais também para a vida humana, pois não são somente causadores de doenças, como muitos pensam e temem, mas também fornecem nutrientes, ajudam a regular o sistema imune e até influenciam no nosso comportamento.

Leia mais

Thompson, Fabiano & Thompson, Cristiane. Biotecnologia Marinha – Rio Grande. Ed FURG, 2020, 855p (link para download gratuito: https://cienciasdomarbrasil.furg.br/images/livros/LivroBiotecnologia.pdf)

Collen, Alana. 10% humano: como os micro-organismos são a chave para a saúde do corpo e da mente. Editora Sextante, 2016.

Rowlands, Camila. A incrível conexão intestino cérebro. Editora Isis, 2020.

Pedro Meirelles
Instituto de Biologia,
Universidade Federal da Bahia

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

Open chat