A primeira língua e seu peso

Pesquisa canadense demonstra como a primeira língua influencia o cérebro e como isso pode refletir na criação de novas abordagens para o aprendizado de uma segunda língua

CRÉDITO: FOTO ADOBESTOCK

Mesmo que uma pessoa nunca mais faça uso da primeira língua à qual foi exposta quando criança, seu cérebro jamais esquecerá. Pelo menos, esta é a conclusão de uma pesquisa da Universidade McGill e do Instituto Neurológico Montreal, ambos canadenses, sobre como a primeira língua pode influenciar o cérebro e como essa influência pode mudar e se adaptar com o tempo em resposta ao aprendizado de uma nova língua posteriormente.

Isabella Louise Ramos de Assis | Convidada especial
Faculdade de Letras e projeto ENEling
Universidade do Estado do Rio de Janeiro

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outras Matérias Nesta Edição

614_256 att-72753
614_256 att-72616
614_256 att-72642
614_256 att-72674
614_256 att-72685
614_256 att-72914
614_256 att-72819
614_256 att-72764
614_256 att-72851
614_256 att-72859
614_256 att-72788
614_256 att-72843
614_256 att-27650
614_256 att-73114
614_256 att-72813

Outras Matéras Nesta Categoria

725_480 att-76481
614_256 att-66241
614_256 att-74312
614_256 att-73430
614_256 att-72333
614_256 att-72017
614_256 att-71095
614_256 att-70670
614_256 att-57088
614_256 att-56106
614_256 att-55919
614_256 att-54086
614_256 att-53589
614_256 att-52709
614_256 att-51753