Dos raios X à radiômica

A ideia básica da recente área da radiômica é coletar informação de um gigantesco banco de dados – aberto a toda a comunidade médica – para a análise de imagens de tumores, evitando, assim, procedimentos invasivos desnecessários.

Saúde pública X privada

Qual o futuro do SUS? O que fazer para garantir o direito à saúde da população?

Razões para aproximar a tecnologia da sala de aula

Conclusões do diálogo entre uma professora do Ensino Médio e uma pesquisadora especialista em microbiologia.

Na Estante

Resenha do livro Como as democracias morrem, de Steven Levitsky e Daniel Ziblatt.

Memórias de uma mercadora africana

Dona Florinda Joanes Gaspar transitava entre os dois lados do Atlântico traficando cativos e registrando e vendendo terrenos em Benguela, na África, e no Rio de Janeiro.

O que move migrantes e refugiados?

Da África ao Brasil, milhões de pessoas são obrigadas a se deslocar de seus lugares de origem na atualidade. As causas vão da exploração econômica de territórios a conflitos geopolíticos.

Sabores de Luanda: cultura e resistência

Receitas africanas permaneceram vivas nas áreas periféricas de Luanda durante a colonização portuguesa e até hoje temperam a história de saberes e sabores de Angola.

Matéria escura: Novos caminhos para detectar misterioso componente do universo

Resultados recentes vêm abrindo novas frentes de pesquisa para tentar detectar a matéria escura, esse componente misterioso responsável por cerca de 25% da composição do universo.

Tudo é relativo

Estudo feito em 233 países para verificar se existe uma moral universal mostra que há diferenças de julgamento de acordo com a região geográfica.

VERÃO… QUENTE!

Para a alegria (ou desconforto) de muitos, o verão chegou ao hemisfério Sul. Por que ocorrem as estações do ano? Por que sentimos calor, mesmo quando nossa temperatura corporal é maior que a do ambiente? O que é quente e frio?

A ciência de ensinar ciências

O neurocientista Roberto Lent afirma que a chave para o desenvolvimento da educação científica está na valorização do professor, na modernização dos métodos pedagógicos e na aproximação com a realidade dos alunos hiperconectados do século 21.

Um espelho do presente

Ambientado na década de 1970, Infiltrado na Klan traz reflexão sobre racismo e onda conservadora que se espalha na atualidade.

Por que discutir racismo em aulas de biologia?

Experiência multidisciplinar une história e genética para criar um debate mais rico, crítico e amplo sobre o tema.

Quem tem medo da inteligência artificial?

Explorada na ficção há décadas, a tecnologia já provoca mudanças em nossa sociedade e alimenta temores sobre o futuro da humanidade.

Física e ciência, substantivos femininos

Professora titular da UFRJ relembra a ebulição do movimento feminista durante seu doutorado em Berkeley (EUA) e revela o que considera a melhor estratégia para empoderar mulheres cientistas.

Uma modesta proposta literária para tempos absurdos

Obra do século 18 escrita pelo irlandês Jonathan Swift torna-se atual e necessária nos dias de hoje ao usar da ironia para fazer crítica social e protestar contra o descaso dos governantes para com a pobreza da população.

Um mundo feito de objetos, não de pixels

As imagens de sensoriamento remoto, compostas por pixels, limitam o reconhecimento dos objetos geográficos por elas representados, ao restringir sua caracterização a cores e tons, ignorando o contexto espacial.

A conquista do hexa

Pesquisadores obtêm em laboratório do Instituto de Física da Universidade de São Paulo o emaranhamento de seis campos luminosos a partir de uma única fonte de laser.

Infinito natalino

O colunista da CH decidiu desafiar Noel de novo. Desta vez, parecia que o autor ia levar a melhor, mas, com o Bom Velhinho, sempre há surpresas,principalmente se o conceito de infinito está envolvido na brincadeira.

Pequenas perguntas, grandes questões

Confira respostas de especialistas.