Recém-descobertas e já ameaçadas

Cinco novas espécies de plantas são descobertas no Espírito Santo e três delas já são consideradas criticamente em perigo de extinção

QUARESMEIRA-DA-SERRA / CRÉDITO: FOTO ADOBE STOCK

Cinco novas espécies botânicas de uma mesma família, quatro delas endêmicas das terras capixabas, foram descobertas recentemente, sendo que três são classificadas como ‘criticamente em perigo de extinção’. Essas espécies, que ocorrem em locais sem proteção legal, estão descritas em dois artigos publicados no ano de 2022, evidenciando quão rica em diversidade biológica é a região de Mata Atlântica, na qual o Espírito Santo está situado.

A família de plantas em questão é Melastomataceae (na qual se incluem, por exemplo, as quaresmeiras). Ela tem 203 espécies registradas no Espírito Santo, das quais 53 são endêmicas, ou seja, somente são encontradas no estado. Embora melastomatáceas sejam objeto de estudos no Brasil há mais de 200 anos, apenas recentemente o Espírito Santo entrou na rota da pesquisa de forma mais intensiva.

Renato Goldenberg
Departamento de Botânica
Universidade Federal do Paraná

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-73512
614_256 att-73247
614_256 att-73367
614_256 att-73150
614_256 att-73165
614_256 att-73181
614_256 att-73191
614_256 att-73484
614_256 att-73493
614_256 att-73412
614_256 att-73297
614_256 att-27650
614_256 att-73586
614_256 att-73465
614_256 att-73430

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-87755
725_480 att-87350
725_480 att-86492
725_480 att-86001
725_480 att-85578
725_480 att-85004
725_480 att-84761
725_480 att-84276
725_480 att-83829
725_480 att-83596
725_480 att-82941
725_480 att-82066
725_480 att-81484
725_480 att-80993
725_480 att-80500