Dando continuidade aos problemas de matemática que se parecem com mágica, apresentamos este mês uma versão mais complexa do truque da coluna passada. Novamente, precisaremos só de um(a) mágico(a) – que pode ser você –, um baralho e uma… vítima. 

Se você gostou da mágica passada… prepare-se. Este mês, trazemos uma versão ainda mais desconcertante daquele truque. Com a palavra, Máximus, o Mágico, acompanhado de Vítor, a vítima. O material é o mesmo: só um baralho completo.

O truque: Máximus prepara o baralho, colocando as cartas sequencialmente, A, 2, 3,…, J, Q, K; A, 2, 3… até o fim. Feito isso, nosso mágico pede a Vítor, a vítima, um número entre 20 e 30. Para efeitos dramáticos, Máximus pode titubear um pouco: “Não, não… Melhor seria entre 22 e 34”. O número exato não é importante.

Marco Moriconi
Instituto de Física,
Universidade Federal Fluminense

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-52974
614_256 att-52868
614_256 att-52756
614_256 att-52860
614_256 att-52736
614_256 att-52727
614_256 att-52718
614_256 att-52709
614_256 att-52690
614_256 att-52663
614_256 att-52650
614_256 att-27650
614_256 att-52525
614_256 att-52592
614_256 att-52508

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-78550
725_480 att-78394
725_480 att-77802
725_480 att-76487
614_256 att-74178
614_256 att-74280
614_256 att-69551
614_256 att-72788
614_256 att-73412
614_256 att-72023
614_256 att-72261
614_256 att-71188
614_256 att-66772
614_256 att-57222
614_256 att-56484